"Vamos lá, Tom. Vamos acabar com isso do jeito que começamos, JUNTOS!"
Harry Potter prestes a se jogar com Tom Riddle de uma torre do castelo em Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2

A Batalha de Hogwarts foi a última batalha da Segunda Guerra Bruxa. A batalha começou em 1º de maio e terminou em 2 de maio de 1998, dentro do castelo e nos terrenos da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Quando Lord Voldemort soube que Harry Potter estava no castelo para localizar e destruir uma de suas últimas horcruxes, Ele disse para cada Comensal da Morte e cada criatura que fosse leal a ele para atacar a escola. A Armada de Dumbledore convocou a Ordem da Fênix e seus outros aliados, levando a uma batalha em grande escala. Quim Shacklebolt e Minerva McGonagall lideraram os defensores de Hogwarts. A batalha terminou com uma vitória decisiva para a Ordem e para a A.D., com muitos Comensais da Morte e o próprio Voldemort acabando mortos. Foi a batalha mais devastadora da guerra, com fatalidades incluindo Lord Voldemort e Belatriz Lestrange, mas também Remo Lupin, Ninfadora Tonks, Severo Snape, Fred Weasley, Colin Creevey e pelo menos cinquenta outros que lutaram contra Voldemort e seus Comensais da Morte.[1] Também é provável que seja o conflito final da qual a Varinha das Varinhas participou.

Informação de fundo[editar | editar código-fonte]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.