FANDOM


Pedro Pettigrew: "Você não entende! Ele teria me matado, Sirius!"
Sirius Black: "ENTÃO VOCÊ DEVIA TER MORRIDO! MORRER EM VEZ DE TRAIR SEUS AMIGOS, COMO TERÍAMOS FEITO POR VOCÊ!"
Remo Lupin: "Você devia ter percebido, que se Voldemort não o matasse, nós o mataríamos. Adeus, Pedro."
— Sirius Black e Remo Lupin se preparam para matar seu ex-amigo[src]

Durante o ano letivo 1993–1994, Sirius Black se envolveu em uma tentativa de matar Pedro Pettigrew e vingar as mortes de Tiago e Lílian Potter.

Apesar do impedimento de ser um fugitivo do Ministério da Magia e Pedro estar bem protegido dentro do Castelo de Hogwarts, disfarçado como um rato de estimação de propriedade de Ronald Weasley, Sirius conseguiu afastar Pedro do castelo e da Casa dos Gritos. No entanto, no final, Pedro escapou e contribuiria para o retorno de seu mestre quase um ano depois.

História Editar

Informação de fundo Editar

Traição Editar

Primeira tentativa de vingança Editar

Tentativa de assassinato Editar

Fuga de Sirius Black e viagem a Hogwarts Editar

Tentativa no dia das bruxas Editar

Última tentativa Editar

Consequências Editar

Por trás das cenas Editar

Aparições Editar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.