FANDOM


Retratos são pinturas feitas de certos indivíduos, ou seja, bruxas e bruxos.[1]

Um retrato mágico é sensível devido aos encantamentos colocados no retrato pelo pintor. O retrato poderá usar algumas das frases favoritas do retratado e imitar seu comportamento geral com base em como o assunto aparece ao pintor; no entanto, eles são limitados no que podem dizer ou fazer.[2] Um retrato também pode passar de retrato para retrato, ou então visitar um retrato deles em outras partes do mundo.[3]

Bimp, Oliver Cartwright, John Homme, Luxo Karuzos, Pablo Picasso e Leonardo Da Vinci eram todos especialistas em pintura. Magenta Comstock era um pintor experimental cujos olhos seguiam os espectadores para casa.[4]

Representação Editar

Uma bruxa ou bruxo pode ir a um pintor bruxo para pintar-se. Isso geralmente é feito para que o retratista possa encantar o retrato para ter algumas características do assunto. O retrato poderá usar algumas das frases favoritas do retratado e imitar seu comportamento geral. Quando um retrato mágico é feito, a bruxa ou mago artista usará encantamentos para garantir que a pintura seja capaz de se mover da maneira usual.[2]

Pessoa retratada Editar

O retrato de Sir Cadogan sempre desafia as pessoas para uma luta, caindo de seu cavalo e se comportando de um modo bastante desequilibrado, que é como o retratado apareceu para o pobre bruxo que teve que pintá-lo, enquanto o retrato da Mulher Gorda continua a satisfazer seu amor por boa comida, bebida e segurança de ponta muito depois de seu modelo vivo ter falecido.[2]

Um retrato conhece pouco ou nada da vida do retratado e, portanto, não poderia manter uma conversa muito interessante sobre, já que são apenas representações como vistos pelo artista.[2] A exceção a isso é dos retratos dos diretores de Hogwarts, que são guardados em um armário do tempo de sua pintura, que geralmente é muito antiga, até que a pessoa morra.[2] O diretor pode, portanto, ensinar seu retrato a agir e falar como eles, para que possam auxiliar seus sucessores.[2] Apesar disso, as pessoas nos retratos eram consideradas uma espécie de memória ou mecanismo de apoio. Antes de assumir o cargo de diretora de Hogwarts de forma permanente, Minerva McGonagall foi aconselhada a não confundir os que estavam nas pinturas com pessoas reais.[5] A profundidade de conhecimento e insight contida em alguns dos retratos dos diretores e diretoras é desconhecida de qualquer um, exceto dos encarregados do escritório e dos poucos que perceberam, ao longo dos séculos, a sonolência aparente dos retratos quando os visitantes chegam no escritório não é necessariamente genuíno.[2]

A pessoa representada em um retrato pode, portanto, viver indefinidamente, embora um retrato tenha motivos para temer por sua vida ou bem-estar.[6]

Fotografias mágicas Editar

Uma bruxa ou bruxo também pode produzir uma fotografia mágica, fotografias que foram colocadas em uma poção especial. Enquanto alguns destes podem ser simplesmente imagens animadas que ocorrem em um loop contínuo, alguns reagem ao seu entorno. Gilderoy Lockhart tinha "inúmeras fotografias emolduradas" de si mesmo em seu escritório. Quando Harry Potter, Ronald Weasley e Hermione Granger foram levados para seu escritório para serem entrevistados por Dumbledore, McGonagall e Snape na Câmara Secreta, fotos de Lockhart se esquivaram.[7]

Retratos conhecidos Editar

Por trás das cenas Editar

  • Nos jogos LEGO Harry Potter, os retratos mostram-se muito mais interativos do que em qualquer outra mídia, com objetos capazes de passar do retrato para o mundo real e vice-versa. Muitos quebra-cabeças em ambos os jogos giram em torno de obter um retrato para lhe dar um objeto necessário, ou trazer um objeto do mundo real para o retrato para ajudar seus ocupantes.
  • JK Rowling certa vez afirmou em uma entrevista que todos os retratos vistos em Hogwarts descrevem indivíduos falecidos. Isso não é estritamente verdadeiro, no entanto; Gilderoy Lockhart possuía vários retratos de si mesmo que ele pendurou em sua sala de aula e escritório.
  • Em uma cena em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, um retrato mostra alguém que se parece com Lord Voldemort. Isso pode ser uma coincidência, ou ideia do diretor.

Aparições Editar

Notas e referências Editar

  1. Harry Potter Edição Limitada
  2. 2,0 2,1 2,2 2,3 2,4 2,5 2,6 Escrita por JK Rowling: "Retratos de Hogwarts" no Pottermore
  3. Harry Potter e a Ordem da Fênix, Capítulo 37
  4. Bruxo do Mês
  5. Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, Ato Dois, Cena Dez
  6. Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, Capítulo 8
  7. Harry Potter e a Câmara Secreta, Capítulo 7
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.