"Gárgulas galopantes! Não deram nem aviso! Que comportamento chocante!"
—Tofty sobre o ataque contra Minerva McGonagall[fnt]

O professor Tofty era um bruxo do sexo masculino que trabalhava para a Autoridade de Exames Bruxos na qualidade de examinador.

Biogragia[editar | editar código-fonte]

Ano letivo 1995-1996[editar | editar código-fonte]

Durante os exames Níveis Ordinários de Magia do ano letivo 1995-1996, Tofty examinou Harry Potter em seu exame prático sobre Feitiços, Defesa Contra as Artes das Trevas e Astronomia, bem como em seu ensaio da teoria da História da Magia. No final do exame de Defesa Contra as Artes das Trevas, o Professor Tofty pediu a Harry Potter para escalar um Patrono por um ponto extra. Ele era um bom amigo de Tibério Ogden, que lhe disse que Harry era capaz de conjurar um Patrono corpóreo.

Quando Dolores Umbridge tentou um ataque furtivo a Rúbeo Hagrid durante o exame de Astronomia, o professor Tofty tentou persuadir os estudantes observadores a se concentrarem em seu exame, em vez do ataque. No entanto, quando os Aurores lançaram quatro Feitiços Estuporantes na Professora McGonagall, fazendo-a entrar em colapso, Tofty também esqueceu o exame e gritou de raiva e choque diante de um ataque tão vergonhoso.

Após a visão de Harry de Sirius Black sendo torturado por Voldemort no Departamento de Mistérios (na verdade uma falsa visão plantada por Voldemort para atrair Harry para recuperar uma profecia) durante o exame de História da Magia, Tofty levou Harry para fora do corredor e disse a ele para voltar para terminar o que ele poderia do exame ou visitar Madame Pomfrey para pegar um copo de água.[1]

Aparência e personalidade[editar | editar código-fonte]

Tofty era um velho, careca, bruxo com uma voz velha e óculos. Ele tinha um jeito gentil que poderia deixar um aluno nervoso à vontade, sorrindo para Harry, dizendo que não havia necessidade de ficar nervoso e expressar prazer pelo excelente desempenho de Harry em Defesa Contra as Artes das Trevas. Ele também pode ter tido um pouco de rebeldia, ao se deliciar em pedir a Harry para escalar um Patrono durante um exame que estava sendo realizado sob o olhar atento da Alta Inquisidora de Hogwarts, Professora Umbridge. Quando os alunos se distraíam com a comoção durante o exame de Astronomia, ele inicialmente tentou mantê-los na tarefa, embora seus protestos tivessem pouco efeito à medida que os eventos aumentavam. Ele mostrou grande choque e preocupação quando a professora McGonagall foi atacada e mais tarde mostrou preocupação com Harry após seu colapso durante o exame de História da Magia.[1]

Aparições[editar | editar código-fonte]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]


Departamentos do Ministério com nível desconhecido
Níveis desconhecidos
Comissão de Feitiços Experimentais | Escritório de Manutenção Mágica | Serviços de Informação Pública do Ministério da Magia | Departamento de Educação Mágica | Autoridade de Exames Bruxos | Comitê de Pesquisa do Ministério da Magia | Unidade de eliminação de bombons explosivos | Departamento de Relações Exteriores e Esportes
Funcionários da Comissão de Feitiços Experimentais
Balfour Blane | Gilbert Wimple
Funcionários do Escritório de Manutenção Mágica
Reginald Cattermole | Orford Umbridge | Ascensorista do elevador | Homem
Funcionários do Comitê de Pesquisa
Phoebus Penrose (Chefe)
Funcionários da Autoridade de Exames Bruxos
Griselda Marchbanks (Chefe) | Professor Tofty | Examinadora gorda não identificada | Examinador com ruga no nariz
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.