FANDOM


"Bom, você precisará demonstrar capacidade de reagir bem às pressões, perseverança e dedicação, porque o treinamento para auror leva mais três anos, para não falar na habilidade excepcional em defesa prática. Significará muito estudo mesmo depois de ter terminado a escola, por isso a não ser que você esteja disposto a..."
Minerva McGonagall informa a Harry Potter sobre o processo para se tornar um Auror[fnt]

Treinamento de Auror é um programa de três anos estabelecido pelo Gabinete de Aurores que foi estabelecido pelo Ministro Eldritch Diggory entre 1733 e 1747 para treinar e avaliar potenciais Aurores. O programa é considerado muito rigoroso e somente os melhores bruxos são aceitos.[1]

História Editar

Devido à intensidade, poucos candidatos foram aceitos no programa. Em 1996, McGonagall observou que, em 1995, a última aceitação foi em 1992.[1]

No entanto, após o término da Segunda Guerra Bruxa, o Ministro da Magia Quim Shacklebolt relaxou temporariamente os requisitos de entrada devido à morte de muitos Aurores. A fim de reabastecer suas forças imediatamente, Shacklebolt permitiu a qualquer um que participasse da Batalha de Hogwarts, alegando que ter lutado e sobrevivido em tal batalha e não mudado de lado contra tais probabilidades mais do que satisfez as exigências de caráter e habilidade para se qualificar para o treinamento.

Qualificações Editar

Para se qualificar para o treinamento de Aurores, uma bruxa ou bruxo deve primeiro ter atingido pelo menos cinco NIEMs de não menos que 'Excede Expectativas'. Minerva McGonagall certa vez recomendou que Defesa Contra as Artes das Trevas, Transfiguração, Feitiços e Poções seriam classes de nível de NEWT úteis para aqueles que desejam seguir uma carreira como Auror.[1]

Depois de se formar, o Ministério da Magia Britânico define uma série de testes de caráter e aptidão para testar ainda mais o valor dos potenciais candidatos. O Ministério também executa uma verificação de antecedentes nos registros de novos candidatos; Dolores Umbridge uma vez implicou que bruxos com antecedentes criminais não podem se tornar Aurores.[1]

Curso acadêmico Editar

Para aqueles que são aceitos, o treinamento de Auror leva três anos de estudo adicional depois de Hogwarts.[1] Os assuntos conhecidos incluem Ocultação e Disfarce e [[[Vigilância e Rastreamento]].[2] Venenos e antídotos são também estudos essenciais para os aurores.[1] Também é altamente provável que eles aprendam a detectar e identificar traços em lugares que tem magia conhecida, especialmente os traços da Magia Negra. Eles presumivelmente também são ensinados sobre a jurisprudência mágica para garantir que eles prendam criminosos com base legalmente válida.

Por trás das cenas Editar

  • Como Quim Shacklebolt conseguiu modificar com sucesso a memória de um aluno de Hogwarts sem causar dano algum, é possível que os Aurores sejam treinados no uso do Feitiço da Memória, caso seu trabalho os force a aventurar-se na sociedade trouxa enquanto rastreiam bruxos das trevas que se esconderam ou alguns membros da comunidade não-mágica os observem usando magia, o que significa que os aurores podem ser, pelo menos em parte, responsáveis ​​por impor o Estatuto Internacional de Sigilo em Magia durante o trabalho no campo.

Aparições Editar

Notas e referências Editar

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 1,4 1,5 Harry Potter e a Ordem da Fênix, Capítulo 29 (Orientação vocacional)
  2. Harry Potter e a Ordem da Fênix, Capítulo (A Guarda Avançada)
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.